Julio Cortázar

” Eu tive um irmão – Che”

Eu tive um irmão.
Não nos vimos nunca
mas não importava.
Eu tive um irmão
que andava pelas montanhas
enquanto eu dormia.
O amei ao meu modo,
lhe tomei a voz
livre como a água,
caminhei as vezes
perto da sua sombra.

Não nos vimos nunca
mas não importava,
meu irmão desperto
enquanto eu dormia.
Meu irmão mostrando-me
por detrás da noite
a sua estrela eleita.

Julio Cortázar

Anúncios
Padrão

Clandestino

Clandestino
Manu Chao

Solo voy con mi pena
Sola va mi condena
Correr es mi destino
Para burlar la ley

Perdido en el corazón
De la grande babylon
Me dicen el clandestino
Por no llevar papel

Pa’ una ciudad del norte
Yo me fui a trabajar
Mi vida la dejé
Entre ceuta y gibraltar

Soy una raya en el mar
Fantasma en la ciudad
Mi vida va prohibida
Dice la autoridad

Solo voy con mi pena
Sola va mi condena
Correr es mi destino
Por no llevar papel

Perdido en el corazón
De la grande babylon
Me dicen el clandestino
Yo soy el quiebra ley

Mano negra clandestina
Peruano clandestino
Africano clandestino
Marihuana ilegal

Solo voy con mi pena
Sola va mi condena
Correr es mi destino
Para burlar la ley
Perdido en el corazón
De la grande babylon
Me dicen el clandestino
Por no llevar papel

Argelino clandestino
Nigeriano clandestino
Boliviano clandestino
Mano negra ilegal

Padrão

Marilene Felinto.

“Desde os 13 anos de idade, quando escrevi pela primeira vez um poema num caderno de capa vermelha listrada de preto, que guardo até hoje, meu objetivo era um só e único: escrever para desaparecer. Nomear o inominável – para que o mundo perdesse importância e sumisse da minha frente.”
Marilene Felinto. “Escrever para desaparecer”.in Caros Amigos XI(122):9 maio de 2007

Padrão

Jean Piaget.

“Entre a linguagem e o pensamento existe, assim, um ciclo genético, de tal modo que um dos dois termos se apóia, necessariamente, sobre o outro, em formação solidária e em perpétua ação recíproca. Mas ambos dependem, no final das contas, da inteligência, que é anterior à linguagem e independente dela.”
Jean Piaget. “Seis Estudos de Psicologia”. Rio de Janeiro, Forense Universitária , 1985, pg. 92

Padrão

Epicuro

“O sábio, porém, nem desdenha viver, nem teme deixar de viver; viver não é um fardo e não-viver não é um mal.
Assim como opta pela comida mais saborosa e não pela mais abundante, do mesmo modo ele colhe os doces frutos de um tempo bem vivido, ainda que breve.”
Epicuro .“Carta sobre a felicidade (a Meneceu)

Padrão

21-09-2004

Imagem

Emir Sader

“Ser politizado é entender como funcionam as relações de poder em cada sociedade e no mundo em geral. É compreender que, por trás das relações de troca no mercado existem relações de exploração. Que, por trás das relações de voto, existem relações de dominação. Que, por trás das relações de informação, há um processo de alienação.”
Emir Sader.”O que é ser politizado”. In Caros Amigos. XI(121):40, abril de 2007

Padrão