Sartre e o argumento da liberdade

Café, Música e Filosofia

sartre_22

Sartre é considerado um dos maiores filósofos existencialistas. O francês foi o primeiro  a conceituar “existencialismo” no aclamado: “O existencialismo é um humanismo”, onde ele descreve o termo e limita-o, devido a quantidade de conceitos externos e errôneos que vinham de todo lugar.

No seu outro livro, “O Ser e o nada”, um ensaio ontológico, Sartre discute o ser numa esfera um pouco diferente de Heidegger, um dos filósofos que influenciaram o francês. Ao dialogar sobre o “Ser”, o filósofo não só levanta mais fundamentos para o existencialismo como também levanta outras questões da filosofia. Uma delas é a liberdade.

Em “O ser e o Nada” há uma afirmação muito interessante: “L’homme est la liberté”  (O homem é a liberdade). Quando ele diz que o Homem é a liberdade, ele muda muito o trajeto da noção de liberdade. Esta seria da própria essência humana, como se fizesse parte do ser humano e…

Ver o post original 356 mais palavras

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s