Mozart

“Como a morte é a razão final da vida, há alguns anos sinto-me tão familiarizado com esta verdadeira e perfeita amiga do homem que sua imagem não me assusta , mas me apazigua e consola … Jamais me deito sem pensar que no dia seguinte … talvez não esteja mais aqui. Contudo, ninguém que me conheça e me freqüente pode dizer que eu seja angustiado ou triste”
Mozart

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s