Roberto C. Simonsen.

“Condições instáveis e precárias caracterizam a vida econômica do Estado do Maranhão, entre 1621 e 1684. De principio, o trafico de escravos índios, pequena exportação de algodão e alguns produtos da terra. A seguir, pequena exportação de productos da terra, sempre baseada no trabalho servil do índio.”
Roberto C. Simonsen. “Historia Economica do Brasil”. São Paulo: CEN, 1937, Tomo II, pg. 115.

Anúncios
Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s