27/06/1973:

No Uruguai, o presidente Juan María Bordaberry, com o apoio das forças armadas, dá um autogolpe e dissolve o parlamento, organizações sociais, partidos políticos e suprime as liberdades civis, para criar um Conselho de estado, com funções legislativas e administrativas. Repressão e detenções arbitrárias ocupam o cotidiano da população uruguaia. Assim começa uma selvagem e cruel ditadura militar que se estende por mais de 11 anos terríveis, onde a ditadura irá colaborar na “Operação Condor”, um plano de inteligência e coordenação entre os serviços de inteligência dos regimes militares do cone sul: Argentina, Brasil, Chile, Paraguai, Uruguai e Bolívia para executar operações destinadas a fazer desaparecer  membros da oposição e usá-los como parte da propaganda do medo.

Padrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s