Mulher vestida para dançar no templo de Badjo, em Gonaïves (Haiti), durante as cerimônias vodu de janeiro.

Imagem

Londres 1952

Imagem

Otto Von Bismarck, chanceler da Prússia

Imagem

TRAÇO DE UNIÃO

“Os militares e seus capachos, até então, tinham vergonha do que fizeram; ou, pelo menos, fingiam ter. Quando se falava em tortura, negavam que tivessem algo a ver com o que acontecera; fizeram de tudo para impedir e atrapalhar os trabalhos da Comissão da Verdade. Recorriam ao velho refrão dos nazistas em Nuremberg: “Eu não sabia de nada do que estava acontecendo”.

Ilustração que representa uma colagem de fotos em preto e branco de uma metralhadora, um cassetete, coturnos e chapéus militares sobre um fundo vermelho
Ilustração publicada em 19 de abril – André Stefanini

É HORA SE REVOGAR A LEI DA ANISTIA

Por Marcelo Coelho

Em 1979, aanistia garantiu impunidade aos torturadores e assassinos da ditadura militar. Foi uma solução negociada, dentro das condições políticas da época.

Procurava-se acelerar o processo de democratização, que só se completaria, cerca de dez anos depois, com a nova Constituição e as eleições diretas para presidente.

Garantiu-se, com aquele acordo, que exilados e perseguidos políticos voltassem ao país. Pessoas como Leonel Brizola, Betinho, Fernando…

Ver o post original 705 mais palavras

Quando governo e militares perdem vergonha do que fizeram na ditadura, pacto democrático se rompe

Imagem

soldada republicana – guerra civil espanhola

Imagem

UNIFORMES DO EXERCITO BRASILEIRO 004

Imagem

Oscar Niemeyer

Imagem

Propaganda da Revolução dos Cravos- Portugal

Imagem

Soldados nazistas conduzem reféns sérvios para a execução em Kragujevac, em 21 de outubro de 1941

Imagem

Um incêndio assola uma refinaria de petróleo na cidade israelense de Ashkelon após ser atingida por foguetes do Hamas-2021

Imagem